quarta-feira, 28 de abril de 2010

Mulher ou Drag? Eis a questão!

Ando sumida não por falta de assunto e sim por causa da minha grande preguiça. Fiz várias viagens nesse período, conheci Maceió, a Serra Gaúcha, fui a São Paulo duas vezes e comecei uma pós que a tempos eu queria. Assunto não falta né?

Tenho saudade dessa interação com as pessoas aqui no blog, de ler outros vários que gosto muito e que de vez em quando até passo e leio, mas nem dá para comentar por causa da pressa. Aos poucos vou voltando a ter o mesmo ritmo.

Estive em sampa neste fim de semana e voltei muito frustrada. Assim que cheguei na cidade aluguei um carro e igual a muitas mulheres que dirigem descalças, deixei um par de sapato dentro, porém não usei todos os dias porque fui pagar penitência na 25 de março, José Paulino e Teodoro Sampaio. rsrsrsrsrsr

Eu tinha marcado com os amigos para conhecer um barzinho que me indicaram, daí comecei o ritual: tomar banho, fazer maquiagem e escolher a roupa, tudo isso em 30 minutos e fui embora. No meio do caminho eu procuro o sapato e nada, passo a mão embaixo dos bancos e nada, estaciono o carro olho tudo e nada, ligo a luz procuro novamente e nada, pensei e repensei: não tirei o sapato do carro só pode ter sido roubado, olhei as fechaduras e constatei que estava forçada no lado carona. "PQP" só faltava isso.

Senti um misto de alegria e tristeza. Fiquei feliz por não levarem o som fuleiro do carro e nem o cabo de alimentação do GPS, que só me daria mais dor de cabeça se tivessem levado... E aquela sensação de angústia tão grande por levarem o sapato que eu mais gostava de usar no dia-a-dia.

Tive que voltar em casa e calçar uma bota que comprei num dia de penitência. Quando cheguei no barzinho e contei a história foi resenha forte. O pessoal perguntava: Não levaram mais nada? só o sapato? - Pois é, só o sapato! snif, snif

Cheguei em casa contei a história toda e outra resenha... Cheguei no trabalho contei a história e mais um monte de gozação.

Eu e mais um monte de gente ficou na dúvida: será que foi um ladrão que a noite faz trabalhos de drag ou uma mulher uma que passou, viu e se apaixonou?

Eis a foto do objeto furtado.

6 comentários:

Desabafando disse...

kkkk....acabei rindo do seu post.
Essa de abrir o carro pra roubar sapato é a primeira vez que escuto. Aqui em sp, tanto meu irmão quanto eu já tivemos o carro estourado e os rádios furtados mas essa do sapato é novidade! Não vou mais deixar sapatos no carro...rsrsrs...

Ric Dexter disse...

Você havia tirado uma foto do seu sapato??
Bem-vinda de volta.
Bjs!

Alexsandra Moreira disse...

Não Ric... Peguei no site, inclusive já comprei outro igual.rsrsr

Obrigadaaaaa.

bj

Mosana disse...

esse sapato style. somente uma drag teria tanto trabalho para rouba-lo! uma mulher acho q escreveria no vidro de batom: onde compra um igual? hauhauhauahuahuahau
kisses

Isadhora disse...

Nao creio!!!
Pelo menos vc ja tem outro igual...
Mas ja digo que nao fui eu...
Nao gosto muito de misturar estampas... rs

Anônimo disse...

eu já sei quem levou seu sapato, foi um podolatra como eu, eu ja vi fotos de seus pezinhos e vi q são um dos pezinhos mais lindos q já vi nos meus 30 anos de existência, vc tem pés lindos demais e concerteza isso foi arte de um podolatra, não q todos podolatras fazem isso mas esse com toda certeza ultrapassou todos limites, pra mim o caso foi resolvido, foi um podolatra q se apaixonou pelos seus pezinhso q queria uma lembrança deles, e q lembrança, bjos nos pezinhos e fica com Deus!!