sexta-feira, 10 de julho de 2009

Selo, campanha e só pra dizer...

Faz um tempo que não ouvia Lobão. Como diz minha amiga virtual Aninha, "É só pra dizer..."

Chove lá fora, e aqui, faz tanto frio.
Me dá vontade de saber, aonde está você?
Me telefona.
Me chama, me chama, me chama...
Nem sempre se vê!
Lágrimas no escuro, lágrimas no escuro...
Tá tudo cinza sem você, tá tão vazio.
E a noite fica assim porquê?

*******************************************************************************

Gente, tem cada história de trânsito comigo, que só uma mesa de barzinho para dar tempo de contar todas... (meu amigo Sérgio que não leia este post, pois adora me alugar)

Estive em São Paulo a um tempo atrás e lá as motos usam uma faixa imaginária entre a faixa do meio e a faixa de velocidade. Se eu quero mudar de faixa e fico parada por alguns segundos nessa faixa imaginária deles é motivo de confusão, eles gritam, xingam até a nona geração da minha família. E se não fico recuada para dar bastante espaço para eles, corro o risco de perder o retrovisor... (selva total)

Quase arranjo briga por lá porque não acho correto isso, mas uma prima que mora na cidade me alertou que eles são bem unidos e isso poderia me trazer prejuízos... mesmo contra meu gosto, deixei passar.

Maaaas, eu estou na Bahia e aqui a história é outra...

Ando com medo de atropelar um motoqueiro... Eles aparecem do nada e vão para lugar nenhum... Já chegam bozinando, pedindo passagem, costurando a via. Tem vezes que eu reduzo a velocidade com medo de encostar num infeliz desse. Sei que alguns podem discordar ou não gostar do que vou falar: Eu odeio motos, acho inseguras e com os motoristas pilotando então, viram arma facilmente. E como boa exagerada que sou, acho que deveriam acabar com todas as motos do mundo.rsrsrsrsrsr

Vou levantar uma campanha aqui e não joguem pedra, please.

E a minha campanha é a seguinte: "Sacanei uma moto hj, obstrua essa faixa imaginária" rsrsrsrs

Não sei o porque, mas eu adoooooooro assuntos quem envolvem trânsito.



****************************************************************************


Recebi mais um selinho da Isa, do blog Pimenta na língua.




REGRAS

Contar 5 desejos e 5 características

Desejos(vou resumir em dois imprescindíveis):
1- Ter saúde
2- Ganhar na megasena(assim eu posso realizar vários outros desejos)

Características
1- Orgulhosa
2- exagerada
3- otimista
4- Inquieta(sempre tem algo novo em meus objetivos)
5- Exigente (aff, como sofro)

2) Repassar para 3 blogs tri legais
Gente eu gosto dos selos, mas sei que tem muitas pessoas sem tempo para tudo isso. Então se eu leio seu blog e comento sempre é porque ele é Tri legal para mim.

9 comentários:

Isadhora disse...

Resumo breve:
EU ODEIOOOOO MOTOQUEIRO, com todas das minhas forças!!!!!!!!!!!!
Se eu pudesse, empurraria um a um, só pra ve-los no chao!!!!!!!!
ô raça ruim!!!!
Sao uns filhos de puta, todos eles!
Falte de respeito do caralho!!

ufaaaaaaa... sorry
foi só um desabafo...
quem mandou vc tocar num assunto que me incomoda tanto?
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Desabafando disse...

aahahaha....adorei seu post....
sou de sp e já aprendi a dirigir tentando me defender desses motoqueiros doidos...realmente existe a tal faixa imaginária...e o pior é que mesmo que vc ande na sua faixa, eles passam querendo arrancar e buzinando....só falta pedir pra vc subir no canteiro central pra eles passarem....até toparia entrar na sua campanha o problema, é que aqui, se vc derrubar um, junta um monte ao seu redor...e todos defendendo o que caiu, não importa se a culpa é dele....dá até medo...melhor passar longe viu! rsrsrsrs...mas que eu tenho raiva, isso tenho....tem uns que são tão folgados, que viram o retrovisor pra passar e deixam assim. Afe, já vi cada coisa...

RICARDO disse...

Todo mundo tem seu mosquito zumbindo no pé de ouvido!
Vocês não gostam dos motoqueiros;
Os motoqueiros sofrem com as fechadas dos carros, dos taxis e ônibus;
Os carros têm problemas com os ônibus;
Os ônibus têm problemas com os carros, com as motos e o resto do mundo;
E os taxistas fazem o que querem, são odiados por todos mas ninguém vive sem eles...
Em resumo, somos todos necessários e odiados.
Tá todo mundo errado!

Aninha Leme disse...

hummmm
eu tb tinha um certo rancor pelos motoqueiros/ motoboys.
mas eu dependo muito desses profissionais aonde eu trabalho. E passei a ter um carinho especial por eles.
São batalhadores, vivem correndo perigo pois levam fechadas o dia inteiro, morrem centenas deles por semana em SP...
enfim, o negócio é que eu acabei conhecendo a familia dos que trabalham comigo, sempre nos falamos e sei lá, agora fiquei num entrave sobre como opinar a respeito.
É claro que tem aqueles que arrancam nossos retrovisores e nos xingam... mas até aí, eu tb adoro xingar no trânsito!
kkkkkkkkkkkkkk

eu só quis dizerrrr
kkk

beijos

Tiago disse...

Rsrsrs

Hoje vc encarnou o espírito do Mr. Wheeler (lembrei do Pateta)!!!rs

Paciência!!!rs

Beijinhos, trânsito livre...rs... e ótimo final de semana!!

Ana disse...

Poutz, acho que generalizar... não sei. Tenho irmão que vai pro trabalho de moto, mas não é motoboy. Ele não chuta espelho, mas usa a faixa imaginária, pq só assim vai mais rápido, senão iria de carro.
Acho que os que xingam e estragam carros são péssimos, mas tb já vi muito carro fechar de propósito pra derrubá-los.
SP é uma selva, da pra cantar welcome to the jungle do Guns in Roses, rsrs

Ric Dexter disse...

Oi conterrânea! Seja bem vinda lá no meu espaço.
O texto é baseado numa piada que meu pai conta. É ficção, num fica zangada não... hehehehe!

Beijos!

Larinha disse...

Olá!
Obrigada pelo comentário. Bom saber que alguém lê aquilo lá...hahaha!!!

Eu tb odeio moto. Reduzo a velocidade por obrigação, mas a minha vontade mesmo era de derrubar uns sacanas desses, pra eles verem o sabor que asfalto tem.
Educação é tudo, em qualquer situação!

Te linkei lá no blog. Xêro!

Tiago disse...

Rsrs...

Tu deu sorte...seu capô tava aberto, no meu caso não tinha solução...foi chá de cadeira, mesmo!!!

Beijos!!